sábado, 6 de março de 2010

O EQUILIBRIO DO SER HUMANO

O equilíbrio está no paradoxo. Tristeza e felicidade, amor e ódio, sofrimento e alívio, vitória e derrota. A vida chama-nos para a luta com seus paradoxos desafiantes. Temos que edificá-la compensando essas oposições. Sem paradoxo não seríamos vívidos. Nosso eterno desafio é sabermos lidar com os dois lados de uma situação e, na decisão, equilibrar razão/emoção.

A razão precisa atuar junto com a emoção para que a racionalidade seja desejada e o comportamento valorizado. O ser em si carrega a dualidade dos paradoxos naturais da vida que são indicados por alguma razão. Basta a este ser, fazer com que suas “inclinações” não destruam as razões das quais lhe mostram que, a chama da vida está no impulso e sentimento, circunstâncias de algum momento.

Um comentário:

  1. Paradoxos,vivacidade,razao/emoção.A dualidade é própria,do ser humano, e ele nao pode escapar dela.Enfrenta a cada segundo.Na calmaria e na labuta do dia dia.Equilibrar-se é um desafio que poucos apercebem-se.

    ResponderExcluir

Seguidores